domingo, 17 de junho de 2012

De volta ao básico.

Fazia tempo que não aparecia por aqui. Garanto, a culpa não foi minha. Admito, foi minha. Durante esse tempo muita coisa aconteceu: Acabei meu namoro, fui substituído facilmente. Voltei meu namoro, o substituto foi trocado descartavelmente. Conheci o motel dos meus sonhos. Fiz a minha primeira tatuagem. Larguei o emprego. Voltei a trabalhar. Comecei o inglês. Fui traído. Terminei meu namoro. Me arrependi da tatuagem. Voltei a escrever. Chorei. Sofri. Vivi. Me arrependo? Sim, mas é melhor se arrepender do feito do que da dúvida do não feito. Certas coisas servem pra lição de vida, e eu já tenho a minha: Nunca mais se entregar de corpo, alma e coração a alguém que não está disposto a pagar o mesmo preço.

3 tocou(ram) no assunto;:

รяª Nathalia disse...

Faz parte ...

Thays Lima disse...

Arrepender-se faz parte. Mas não arrependa-se muito, erros servem de muita coisa. Aprender algo novo e escrever sobre o arrependimento são coisas fantásticas. By the way, adorei sua página.

SM. disse...

acredita que mais vale o arrependimento do que foi feito, que o outro. :)

Postar um comentário