domingo, 23 de setembro de 2012

Abraçando o Caos.

        Nunca pensei que frustrações pudessem machucar tanto assim. Eu andei por aí e vi planos daqueles que cresceram comigo se transformarem nos meus sonhos, eu vi o progresso, mas só de longe. Todas as vontades, desejos, rabiscos em uma folha de papel amaçada... nada disso foi conquistado. Sabe o que dizem sobre o seu interior ser a sua casa? A minha precisa de uma faxineira. Eu planejei uma trajetória baseada em sonhos, um caminho que só existia na minha cabeça. É literalmente acordar e lamentar por ter sido só uma fantasia. E de todos os tesouros a valia mais preciosa que me resta é o caos, o caos estampado em meu choro, em cada palavra amarga, ateísta. Na verdade o meu caos tem nome e sobrenome, um rosto lindo, e uma personalidade dura, difícil de lidar. Estou afogando no meu vômito de vontades. Eu quero tanto, mas tanto cada coisinha que desejei e o que vejo são demônios para me derrubar. Lembranças, família, amigos, e até mesmo o dinheiro... Eu já nem sei no que acredito ou não, está tudo tão confuso, tão bagunçado que eu só quero fugir. Limpar tudo (precisando urgente de uma faxineira). Cadê o superman? Alguém? Mas é como fugir de cães carniceiros que farejam o seu medo, te perseguem e devoram suas entranhas. Eu estou tão assustado que preciso de alguém pra me levar pra casa. Alguém?(Eu perguntando de novo). Eu só queria ser eu mesmo. Eu queria abraçar meu caos e mais nada, porque eu estou em pânico.

4 tocou(ram) no assunto;:

Cris disse...

Oh, muito obrigada!

O nome da música é Don't let the man get you down de Fatboy Slim...

Aquele vídeo estava em más condições e portanto tomei a iniciativa de o sacar juntamente com a música, recontruí-lo e voltar a postá-lo eu no youtube. http://www.youtube.com/watch?v=2vgFgPICz1k&feature=g-high-u

Agora o ouvido direito também pode ouvir xDD

Bjs.

Rosinha disse...

Nunca tinham dito isso do meu cantinho, que original! Obrigada, sim? Obrigada (:

รяª Nathalia disse...

Podemos dzer Frustração.

Eu sei como é.

Camila disse...

tãão verdadeiro...

E aqui estou eu, novamente... Apareça, querido! Beijinhos!

Postar um comentário