quarta-feira, 27 de julho de 2011

Foi assim

         Você chegou assim e eu aqui tão distraído, em uma noite em que eu não esperava descobrir mais nada, era apenas um encontro casual e eu não queria conhecer ninguém, mas você apareceu, apertou minha mão e eu me senti sem querer mais forte. Naquela noite eu beijei outros, mas a sua boca não saía da mente e aquele toque em meu corpo assim tão de repente como quem não quer nada, acho que foi isso que matou a charada. Eu anotei o seu nome e representei descaso para os outros e naquela noite quando tudo que eu queria era ver seu rosto; Agora eu tenho sua foto em meu celular sabia? -Eu nunca fiz isso. E eu nem sei o porquê?! Somos apenas amigos, eu acho que tenho um pouco de ciúmes: Pesquisei todas as suas contas em redes sociais e digitei seu nome no google, vi cada pessoa que tem contato com você, meu Deus, o que eu tô fazendo? escrevendo sobre você. Você? Tão casual, foi só por acaso. Um dia se conhece alguém e no outro você sente aquela coisa que não sentiu antes, e você sabe que é diferente, porque um dia alguém entra na sua vida, assim, e te faz entender por que nunca deu certo com ninguém antes. É isso.

3 tocou(ram) no assunto;:

Miri Fernandes disse...

Ain. É tão difícil perceber essas coisas, mas quando isso acontece é um alívio misturado com frustração, mas passa. Sabia?

Grande beijo!

Az.) disse...

O nome disso é amor. ;)

Sr. Lunático disse...

é o que parece...

Postar um comentário